© 2015 Artes & Ecos

  • Facebook Social Icon

     Habito um país distante é o primeiro lançamento do poeta chileno Julio Moncada no Brasil. O volume, publicado pela Editora Artes & Ecos, é uma antologia bilíngue espanhol-português. A organização do livro e a escolha dos poemas foi realizada por Ricardo Silvestrin e Lota Moncada, filha do poeta. A tradução é, também, autoria de Lota Moncada.

     Em 1948, o poeta Pablo Neruda, perseguido pelo governo do presidente chileno Gabriel González Videla, lançou a Antología Popular de la Resistencia. Neruda escreveu todos os poemas do livro, mas assinou apenas alguns com seu nome. O restante atribuiu ao poeta chileno Julio Moncada, seu companheiro de geração, ao cubano Nicolás Guillén e a cinco escritores que ele inventou e os fez passar por verdadeiros.

     Moncada e Neruda também fizeram parte da Alianza de Intelectuales para la Defensa de la Cultura, junto a uma geração de artistas ativistas. No governo do presidente Salvador Allende, Julio Moncada foi nomeado Agregado Cultural na Embaixada de Montevidéu.

     Com o golpe militar no Chile, renunciou ao seu cargo e partiu para o exílio, primeiro em Buenos Aires e, mais tarde, em Paris, onde faleceu em 1983.

Habito um país distante - Julio Moncada (2017) - Antologia Bilíngue Espanhol/Português Poesia (128 p.)

R$ 35,00 (frete grátis)

Habito um país distante - Julio Moncada (2017) - Antologia Bilíngue Espanhol/Português Poesia (128 p.)

R$ 35,00 (frete grátis)