top of page

Por que o divã? Perspectivas de escuta e a poética da psicanálise — Lucas Krüger

COEDIÇÃO entre as editora Blucher e Artes & Ecos (2023)

 

Em trabalho de grande fôlego e a partir de uma pesquisa inédita que coloca o divã no centro do debate, Lucas Krüger percorre a história da psicanálise, apresentando e discutindo contribuições de inúmeros psicanalistas a respeito do tema-título para, na sequência, expor seu singular pensamento.

Tomando como ponto de partida o prisma etimológico e poético de diwan, Krüger trabalha uma rede de conceitos que culminam no conceito de estado de nuvem como um auxiliar à clínica psicanalítica.

 

SUMÁRIO    (o livro possui 352 páginas, tamanho 14x21cm)

 

NOTA EDITORIAL

 

PREFÁCIO O divã imprevisível — por Daniel Kupermann

 

ABERTURA

 

PARTE I — Perspectivas de escuta

1. O divã-reminiscência de Sigmund Freud

2. O divã, a criança que vive no adulto e as ousadias técnicas de Sándor Ferenczi

3. O divã-corpo de Donald Woods Winnicott

4. O divã-pele de Didier Anzieu

5. O divã de André Green — o modelo do sonho, outras contribuições e equívocos

6. Thomas Ogden e a privacidade no divã

7. Christopher Bollas e o divã evocativo

8. Um divã distante em Jacques Lacan?

9. O divã em latência de René Roussillon

10. O processo criativo do analista e o divã para Melanie Klein

11. O divã embrionário de Wilfred Bion

12. O divã dramatúrgico e neuropsíquico de James Grotstein

13. O divã como auxiliar a um “roteiro fílmico” de John Munder Ross

14. Outros autores e as diversas formas de pensar o trabalho psicanalítico a partir do divã 15. Breves comentários finais

 

PARTE II — A poética da psicanálise

1. Introdução — O self teórico-clínico de um analista em diálogo com outros

2. Algumas considerações sobre a história e a etimologia da palavra divã

3. O brincar como essência do processo psicanalítico

3.1 A criança-poeta de Freud e o jogo das nuvens de Goethe

3.2 As nuvens, os poetas e o criacionismo de Vicente Huidobro

3.3 O diwan enquanto nuvem — a re-forma em análise

4. As regiões psíquicas e o estado de nuvem

5. A nuvem, a condensação e o fazer poético: reflexões sobre o Dichter, a Dichtung e a Verdichtung

6. A roupagem simbólica e as suas apresentações na clínica a partir do estado de nuvem

6.1 Brevíssimo prelúdio

6.2 Reflexões essenciais sobre a Verkleidung (disfarce/roupagem) e a Darstellung (apresentação)

6.3 A roupagem simbólica: uma conceitualização

6.4 A tecelagem psíquica — um caminho para pensar os papéis transferenciais

7. O divã/diwan e a metáfora da nuvem na clínica

7.1 Retomando a proposta de regiões psíquicas para pensarmos a clínica

7.2 Os mecanismos psíquicos de defesa e as regiões internas predominantemente neuróticas

7.3 A importância do divã para a clínica além da neurose

7.4 A sala de atendimento como um todo e sua relação com os processos inconscientes

7.5 Considerações a respeito da análise de crianças — o divã enquanto cama, barco e castelo

7.6 O compartilhamento da poesia interna singular e a apresentação da roupagem simbólica — penúltimas palavras

 

ÚLTIMAS PALAVRAS

 

EXTRAS

***Poema “Criação”

***Provocações a respeito dos atendimentos remotos online: A necessidade do divã ou um substituto que não o olhar

 

REFERÊNCIAS

 

Lucas Krüger é psicanalista, membro do GBPSF (Grupo Brasileiro de Pesquisas Sándor Ferenczi) e membro efetivo da Sigmund Freud Associação Psicanalítica (Sig), de Porto Alegre. É organizador do livro Interlocuções na fronteira entre psicanálise e arte (2017), autor dos livros de poesia O Sonho da vírgula (2015) e Homenagem à nuvem (2017), e do infantil A careca do galo (2018). Realizou produções musicais diversas e participou, enquanto tradutor, das publicações de Poemas Árticos (2018), do poeta chileno Vicente Huidobro, Sonhos, melodias e sintomas (2019), de Sándor Ferenzi e Sonho e mito: um estudo sobre a psicologia dos povos (2020), de Karl Abraham. É diretor e curador da Série Escrita Psicanalítica, que, dentre ensaios psicanalíticos contemporâneos, conta com traduções do alemão de Sándor Ferenczi, Karl Abraham, Lou-Andreas Salomé, Sabina Spielrein, Otto Gross e Ernst Simmel. Também é editor e fundador da Artes & Ecos, editora especializada na publicação de poesia e ensaios de arte e psicanálise.

Por que o divã? Perspectivas de escuta e a poética da psicanálise —Lucas Krüger

R$ 92,00 Preço normal
R$ 72,00Preço promocional
    bottom of page